Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Condessa de Melo

Condessa de Melo

06
Nov20

Novidades: Condessa de Melo vai à Oxford

Rafaela da Silva Melo

Saudações

Recentemente anunciei em outro site que gostaria de estudar no Merton College, em Oxford por um período de um ano, em resposta ao chamamento de 2005 e 2010 para ter um graduation e undergraduation em uma das universidades mais famosas do mundo.

Em 2020, houve uma nova chamada para um grupo de Oxford Alummis, que recebi em forma de uma coleção de livros muito importantes, os quais ouço falarem aqui no Brasil desde que eu nasci.

Nestes livros há uma indicação de estudos no Merton College, em Oxford e um título de realeza, o de Lady. O título de  realeza sempre me foi atribuído e ter o próprio título acessível foi uma das coisas mais legais que alguém já fez por mim.

E tudo que eu tenho a fazer é sempre ser grata e fazer muitas coisas boas e interessantes.

Na Inglaterra, ser uma lady requer uma postura e um modo de pensar e ser muito peculiar. Durante minha vida, conheci algumas ladies e aprendi muitas coisas legais com elas. Sobre o Merton College, penso que é muito raro ser uma dessas famosas estudantes e, então eu respondi prontamente que gostaria de ser esta aluna, que eles reconhecerão como uma Lady, no próprio Reino Unido e quem sabe, no resto do mundo também! 

As recomendações que preciso seguir são: passaporte, visto, seguro saúde, título (localização exata) e comprovantes, carta de admissão e carta de casa real.

Para ser bem sincera ter este título me trouxe alguns problemas e muitas disputas. Infelizmente, o meu título foi usado por outras pessoas que possuem um status real que só poderia ser meu, e estes tiraram de mim de todas as coisas interessantes e obrigatórias para uma lady como os convites, o círculo social, a presença na mídia e em outros lugares e tantas coisas, um tanto difícies de falar.

Recebemos muitas denuncias e sabemos de coisas horríveis que aconteceram aos donos de muitos desses títulos emitidos no próprio Reino Unido. 

Captura de Tela 2020-11-06 às 11.16.14.png

"The Parish Registers of England" de John Charles Cox, publicado pela Methuen & Co, em 1910.

27
Out20

A Shropshire lad: minhas flores

Rafaela da Silva Melo

5d71862878c4eb8401ddd0afe61cbf40_1200x.jpg

b71d767c8ec146f5df78ee48b6fb3e95_1200x.jpg

b6833d7506f419b5076ffe10e784f7c2_1200x.jpg

c915f4cc77aa73fa36cbb948126128e8.jpg

ec3ef1659103153f0b50d83a5f47bdb6_1200x.jpg

f04b17b3245ece257d30d0cfff34e030_1200x (1).jpg

 

Origem do nome: O nome dessas flores foi retirado do ciclo de poemas de A. E. Housman sobre Shropshire, publicado em 1896, onde um lindo jardins dessas rosas e  seu viveiro estão situados. As cinzas de A. E. Housman estão enterradas perto da Igreja de St. Laurence em Ludlow, Shropshire. David C. H. Austin, nascido em Shropshire, é também um rapaz de Shropshire.

Há anos ouço falar sobre essas flores, que são realmente lindas e não consigo encontrá-las vivendo no Brasil. Recentemente, conheci os poemas neste site.

Planejo viajar para o Reino Unido em breve, conhecer Shropshire e visitar este famoso criador de flores!

 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub